D.D Consultoria de Negócios

Think Tank – Estratégia – Networking – Eventos

IBGE estima recuperação de vendas no Natal com IPI menor

O IBGE divulgou suas estimativas para o comércio de final de ano. De acordo com o órgão, apesar da estabilidade nas vendas do varejo em outubro ante setembro, deve haver uma recuperação tanto por conta do Natal – o que sempre é esperado – quanto pela redução do IPI para eletrodomésticos da linha branca. A argumentação utilizada é que o governo federal está tomando a mesma medida que adotou durante a crise de 2008, quando percebeu que o mercado interno poderia ser atingido pela crise financeira internacional e reduziu impostos e facilitou o crédito. Na época, os resultados foram positivos. 

Para o empresariado, hoje, a questão mais relevante não é mais as vendas de Natal e sim como serão os próximos anos. O próprio IBGE afirma que “é preciso aguardar os efeitos dessas medidas, tanto do lado monetário quanto do lado fiscal para ver o que vai acontecer no comércio daqui para frente”.

O crescimento do varejo em 2011 vem sendo puxado por móveis e eletrodomésticos, representam mais da metade da taxa de 4,3% de aumento das vendas registrado nos 10 primeiros meses. O segmento que menos vem crescendo é o de produtos básicos (alimentos, bebidas, fumo). Aparentemente, as necessidades elementares da população já estão adequadamente atendidas e o consumo está se direcionando para os chamados supérfluos, que muitas vezes dependem de crédito para serem comprados.

A economia brasileira vem perdendo impulso ao longo deste ano. A redução de IPI e a facilitação do crédito estimulam o consumo imediato mas não recuperam a economia a médio prazo. Se o nível de emprego parar de subir, a confiança do consumidor tenderá a cair e seu comportamento se tornará mais conservador. Ao mesmo tempo, pessoas muito endividadas perdem a capacidade de adquirir novos planos de financiamento.

É opinião da D.D Consultoria que o próximo ano não apresentará crescimento econômico significativo e o varejo sentirá esse fenômeno. Portanto, a recomendação é que varejistas que experimentaram crescimento nos últimos anos aproveitam o momento para consolidar seus negócios, foquem no aperfeiçoamento gerencial (em especial, processos e qualificação profissional), reduzam o endividamento e mantenham o caixa o mais folgado possivel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 16/12/2011 por em Economia, IPI, Natal.
%d blogueiros gostam disto: