D.D Consultoria de Negócios

Ética – Excelência – Inovação

Sobrevivendo a 2016, 2017, 201……

Os últimos anos impuseram um enorme desafio sobre todas as empresas. A economia brasileira começou a desacelerar em 2013, quando o PIB cresceu somente 3,5%. Em 2014 o crescimento foi zero. Em 2015 foi negativo em 4%. Para 2016, o mercado fala em nova retração de 4%. Não há empresa no mundo que suporte anos consecutivos de retração econômica brutal como essa.

9-Vantagens-e-desvantagens-de-se-utilizar-um-sistema-de-controle-financeiro-grátisPorém mudou o governo e isso tem tido enorme impacto nas expectativas. Quando todos esperam a mesma coisa, essa “coisa” acontece. E todos esperam que o ambiente econômico melhore e o consumo aumente. Expectativas criam ambientes favoráveis mas, per se, não resolvem os desequilíbrios econômicos. O Brasil está em situação dramática. O desequilíbrio fiscal é gigantesco. Como mais de 90% das despesas correntes decorrem de obrigações constitucionais, só há 3 formas de se conseguir mais caixa: aumentar a divida interna, reduzir a despesa com juros e privatizar o que der.

E a primeira e a segunda opções são mutuamente excludentes. A dívida pública brasileira aumentou de R$ 220 bilhões em 2003 para R$ 2,88 trilhões em março deste ano, de acordo com o Banco Central. O problema é que isso chegou no limite. Para se pegar mais dinheiro no mercado é preciso oferecer uma taxa de juros mais alta. E a Selic já está acima de 14%. Essa alternativa não existe

controle-financeiroPor outro lado, o Brasil compromete cerca de 50% de sua receita fiscal com o pagamento de juros dessa dívida astronômica. Reduzir a taxa básica de juros teria impacto positivo imediato nas despesas com juros, com a vantagem adicional de estimular a economia. O ministro da fazenda certamente usará toda sua reputação e capacidade de persuasão para incentivar o Banco Central a baixar a Selic o máximo que for possível, na primeira oportunidade que surgir

Já a privatização é um enrosco político. Algumas “semi-privatizações” já estavam em curso, como a abertura de capital da Caixa e dos Correios. Com o arcabouço legal estabelecido, o governo pode acelerar a parte burocrática e tentar realizar essas aberturas ainda este ano. Por outro lado, licitações para terceirizar a gestão de estradas, portos e aeroportos exigem menos tempo e poderão também ser executadas este ano

Será tudo isso suficiente para equilibrar o orçamento federal? Duvido que alguém tenha a resposta. Seja como for, não se deve esperar investimentos públicos deste governo.

Para as empresas, a debacle mercadológica pode estar chegando ao fim mas a sobrevivência continuará sendo uma preocupação crítica por um bom tempo. Controle de caixa, corte de custos e investimento focado somente em aumento de produtividade e eficiência serão as palavras de ordem até 2018

A D.D é uma butique de consultoria voltada para assuntos gerenciais e estratégicos com 21 anos de existência. Nossa carteira de clientes inclui empresas de médio e grande portes. Somos associados à The European House – Ambrosetti (www.ambrosetti.eu). Através da Ambrosetti oferecemos suporte consultivo no mundo todo e organizamos visitas técnicas e gerenciais à Europa e China. Consulte-nos em contato@dpontod.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 19/05/2016 por em Economia, Estratégia, Mercado, Recessão, Retração.
%d blogueiros gostam disto: